Feeds:
Posts
Comentários

14963354_1484694444891188_1758901974980159249_n

Anúncios

Gratidão na vida

Gente,

A vida nos dá a cada minuto diversas oportunidades de expressar a gratidão.

Pensemos sobre isso!

Abraços

Gratidão a dois

Gente,

Dia dos namorados já passou mas esse momento é  oportuno para pensarmos na gratidão a dois.

Em tudo que temos para agradecer por estarmos juntos, compartilhando nossas vidas com a pessoa

que escolhemos. Então, aproveitem para agradecer ontem, hoje e sempre… como diz a música do Kid Abelha:

“Jogue suas mãos para o céu
Agradeça se acaso tiver
Alguém que você gostaria que
Estivesse sempre com você
Na rua, na chuva, na fazenda
Ou numa casinha de sapê…”

Abraços,

Karine

Gratidão é saúde!

Olá pessoal,

O que gratidão tem haver com Psicologia Positiva? Tudo.

Focar nas capacidades e nos aspectos positivos do ser humano é saúde.

O estudo da gratidão se encaixa no rol dessa linha de raciocínio: as potencialidades, as forças, as virtudes e

não apenas na patologia, nas fraquezas e no lado “negativo” da experiência pessoal.

Então, pensemos no que a gratidão tem de bom e em que sentido ela pode nos auxiliar a ter mais saúde.

Abraços,
Karine

o

Olá pessoal,

Gostaria de recomendar essa leitura para retomar o nosso debate sobre gratidão…

Seligman, M. E. P., & Csikszentmihalyi, M. (2000). Positive psychology: An introduction. American Psychologist, 55(1), 5–14.        

Forte abraço,

Karine



 

Gratidão, o retorno!

Olá gente,

Depois de dois anos de recesso fazendo o mestrado, estou de volta para falar desse tema tão especial: a gratidão.

Essa temática vem sendo bastante explorada no âmbito da Psicologia Positiva, como já abordei nos posts anteriores.

A partir de agora vou retomar essas reflexões!!!

Forte abraço,
Karine

Gratidão sim, violência não!

Gratidão não combina com violência. É o contrário… A pessoa ingrata está insatisfeita com a sua realidade, sua vida, suas relações e, com isso, usa a violência como justificativa para suas imaturidades, suas carências e vícios… A pessoa grata, ainda que a falta esteja presente, valoriza o que já tem, se contenta com as benesses que recebe e, antes mesmo de conseguir alcançar um objetivo, já é capaz de considerar como mais importante a jornada, o caminho, não somente o fim… Não há nesse contexto espaço para a violência, pois enxerga outros meios mais positivos e sadios para se comunicar… consegue dialogar em uma linguagem universal: a paz. Onde a gratidão impera não há eleição da violência!

A gratidão está nas suas mãos!!!

Abraços,

Karine